poeiraCast 294 – O crossover entre estilos musicais
por Bento Araujo     24 ago 2016

Quando dois estilos musicais bem diferentes se encontram na obra de um artista, de uma banda, o que temos? Um “crossover”. Esse fenômeno, que não é raro no rock e no pop, é nosso assunto neste episódio.

Torne-se um apoiador do poeiraCast e ajude a manter o podcast semanal da poeira Zine no ar. Saiba mais clicando AQUI.

Agradecimentos especiais aos apoiadores: Adriano Gatti, Alexandre Guerreiro, Antonio Valença, Artur Mei, Bernardo Carvalho, Caio Bezarias, Carlos Albornoz, Claudio Rosenberg, Dario Fukichima, Ernesto Sebin, Eric Freitas, Evandro Schott, Fernando Costa, Flavio Bahiana, Gabriel Garcia, Haig Berberian, Hugo Almeida, Itamar Lima, Lindonil Reis, Luis Araujo, Marcelo Moreira, Marcio Abbes, Marcos Oliveira, Mateus Tozzi, Pedro Furtado, Rafael Pereira, Raimundo Soares, Raphael Menegotto, Rodrigo Lucas, Rodrigo Vieira, Rodrigo Werneck, Ronaldo Nodari, Rubens Queiroz, Saulo Carvalho, William Peçanha e Wilson Rodrigues.

Baixe esta edição do poeiraCast
  1. Silas Roberto Pereira Zanhe

    O Sergio citou o Kendrick Lamar, e o Blackstar do Bowie foi totalmente inspirado nele. Como de costume, ótimo programa!

    Responder
  2. Vandré Santos

    Excelente programa, parabéns!
    Sobre o comentário do Sérgio do Dave Lombardo no D.R.I. pelo que me lembro (e fui conferir), ele não fez parte da banda.
    O José se abstendo da votação foi muito engraçado, dei muita risada com esse programa.
    Sobre as piadas internas, eu não me recordo, mas sobre a definição do rock de penhasco, vocês poderiam explicar? Ou que sabe como comentaram fazer um programa só sobre isso (episódio 300, um vídeo falando do poeiraCast?).
    Seria possível vocês divulgarem uma lista das músicas usadas nas trilhas? Lembro que fiquei um tempão pra descobrir qual era o nome de uma música do Ginger Baker’s Airforce..ou de repente uma playlist pequena e esporádica com o assunto do programa.
    Abração.

    Responder
  3. Evandro Vegas

    Rock and Roll já era crossover na nascência, misturada de blues, country, R&B, etc… Faltou falar da banda mais crossover da história, o DeFalla, funk,punk,pós punk,pancadão as vezes na mesma música

    Responder
  4. João Cândido

    O Soft Machine (e os demais grupos de Canterbury) também propuseram uma espécie de mistura entre jazz e rock, mas diferente do que haviam feito Miles e Zappa.

    Abç

    Responder
  5. Caio Alexandre Bezarias

    Atendendo ao pedido: Therion não é ‘black metal sinfônico’, de modo algum. Ele é considerado, quase unanimemente por todos os apreciadores e pesquisadores do heavy metal, como heavy metal sinfônico e ponto. Nem mesmo em termos de temática lírica, das letras, pode ser considerado black metal. As letras abordam várias vertentes e temas de ocultismo, sem predomínio de algum, não são satanistas.
    Sobre o comentário do José sobre ‘sympathy for the devil’: finalmente alguém criticou stones no poeiracast!!! Milagre!!
    O duelo de gigantes e o cruza na área foram hilários demais, de gargalhar.
    E como sempre, ótimo programa.
    Abraço a todos.

    Responder
  6. Claudio Rosenberg

    Coincidência ou não, havia comentado sobre a não-presença do Clapton nos PCasts.Qual a minha surpresa sobre esse discurso feito por ele em um show e que pra mim foi um balde de agua fria Parabéns ao programa novamente.
    Grande abraço

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *