poeiraCast 452 – Os grandes discos de 1990
por Bento Araujo     02 set 2020

Neste episódio do poeiraCast conversamos sobre os álbuns que estão completando 30 anos de lançamento!

Ouça o poeiraCast também pelo Spotify, Deezer, iTunes e diversos apps de podcast.

Preparamos uma playlist que serve como trilha sonora para este episódio, com músicas que indicamos durante o programa. Ouça aqui!

Depois de onze anos de estrada e mais de 450 episódios online, o poeiraCast precisa do seu apoio para continuar no ar. Seja um assinante/apoiador do poeiraCast e faça parte desta história. Para realizar o seu apoio e saber mais sobre as recompensas, acesse catarse.me/poeiracast

Importante: o poeiraCast somente irá continuar se atingirmos a meta mínima da campanha.

Agradecimentos especiais aos apoiadores:

André Gaio, Antonio Neto, Bruno Pugliese, Caio Bezarias, Carlos Albornoz, Claudio Lojkasek, Claudio Rosenberg, Eduardo Alpendre, Ernesto Sebin, Fabiano Forte, Felipe de Paula, Fernando Padilha, Flavio Bahiana, Hélio Yazbek, Janary Damacena, João Martins, Lindonil Reis, Luís Araújo, Luís Porto, Luiz Paulo Jr., Marcelo Moreira, Marcelo Zarra, Marcio Abbes, Marcos Cruz, Marcos Oliveira, Matheus Pires, Mauricio Pires, Miguel Brochado, Nei Bahia, Oscar Neto, Pedro Furtado Jr, Rafael Campos, Raul dos Santos, Ricardo Nunes, Rodrigo Acrdi, Rodrigo Lucas, Vagner dos Santos, Vandré dos Santos, Victor Bernardes, Wilson Rodrigues, Zózimo Fernandes.

Baixe esta edição do poeiraCast
  1. Eduardo Zaidan

    Pessoal, uma sugestão, não teria como vocês criarem outra conta no Spotify chamada “Arquivo Poeiracast” e postar os programas antigos? Só deixando claro que não sei como funciona o Spotify, não sei se tem um valor pra hospedar os podcasts, é só uma sugestão

    Outra coisa, sem querer pedir demais, mas… seria legal vocês colocarem uma “capa” em todos os episódios. Acho que seria bem bacana, mesmo que aos poucos.

    Outra coisa, já ouviram Daniel Johnston? Descobri esse gênio no fim do ano passado e me tornei fanático, os primeiros discos dele são verdadeiras obras-primas

    Grande abraço, pessoal!

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *