poeiraCast 246 – Pink Floyd
por Bento Araujo     12 ago 2015

Uma das bandas mais conhecidas e influentes a trilharem o caminho da psicodelia e do rock progressivo, o Pink Floyd é o nosso assunto neste episódio.

Baixe esta edição do poeiraCast
  1. Os mestres

    O Pink Floyd é banda mais superestimada da música pop, o seu trabalho na fase progressiva é bastante inferior ao desenvolvido por outras bandas clássicas do gênero, tais como Genesis, YES, ELP, e King Crimson. A discografia da banda é irregular, e , tirando o DSOTM e o WYAH sobre pouca coisa nos outros discos, a não ser melancolia. Em resumo, a fama é exponencialmente maior do que a qualidade musical.

    Responder
  2. Sergio Abbes

    Pink Floyd superestimada? Discordo completamente.
    Discutível até se PF pode ser taxado como progressivo!
    Bandaça melhor que todas que você citou.
    Bom é sua opinião,minoritária,aceita-se e pronto!

    Responder
  3. Luis Santos

    Parabéns pelo programa,

    Acredito que por ter muitas fases distintas (como muitas bandas de RP, como o King Crimson por exemplo), pode-se dizer que o CONJUNTO DA OBRA como um todo é subestimado. São pouquíssimas pessoas que conhecem e discutem os singles da fase Barrett, o genial A Saucerful Of Secrets, mais adiante o The Final Cut, entre outros. O discurso na maioria das vezes é entre a tríade DSOTM / WYWH / TW. Até o Animals fica de fora, não é um disco muito simples de entrar no sangue e até hoje não sei porque. Rs..

    Bem, meu top five seria :

    1- A Saucerful Of Secrets
    2- Wish You Were Here
    3- Meddle
    4- The Piper At The Gates Of Dawn
    5- Dark Side Of The Moon

    Abraços !

    Responder
  4. Sergio Abbes

    Discordo completamente.Grandes momentos do PF vão muito além destes dois discos. Mas só estas duas grandes obras já justificariam a fama,principalmente Dark Side,não por ser melhor que WYAR,porquê além de ser uma obra prima em termos de qualidade musical,é extremamente revolucionário para época.É só ouvi-lo mesmo que pela centésima vez e imaginar aquilo sendo feito no início dos anos 70!

    Responder
  5. Sergio Abbes

    Quanto a fama,que não significa qualidade,justa ou não,é fácil explicar . É difícil definir o PF,talvez por isso você o considere irregular. Prog? Rock? New age? POP?. Pode ser tudo isso,mas em vários momentos ele foi POP,com certeza. Em função de músicas como “Time” , “Wish you are here” , “Another brick ….” E outras. Principalmente” Another brick in the wall” que estourou no mundo inteiro,em radio ,tv etc..em uma fase mais recente quando o Gênesis prog já tinha falecido.Wish you… É tocada em qualquer roda de violão. Sem contar os megaespetáculos que vem sendo conduzidos pelo R.Waters até hoje com execução de todos esses sucessos.Onde estão ELP e King Crimson que não tem nada de POP. Quer que milhões curtam King Crimson e até hoje!Não dá.POP vende mais e o Pink Floyd mesmo sem o Guilmour,na prática “não acabou”.Se a fama é excessiva é difícil de medir ,depende do mercado,mas não compare com essas excelentes bandas que postou,e que praticamente não tem uma música de algum apelo popular e muitas inexistem!

    Responder
  6. Sergio Abbes

    Dark Side ….é a obra prima do PF! É aquela história que vocês comentaram no programa. Muita fama demais atrai críticos,e opiniões querendo citar discos com menor apelo popular.É o melhor porque revolucionou.Aquele som no início dos anos70 e continuaria atual se lançado hoje.Atemporal.
    Em 2º Wish You were Here.
    Depois: o que quiserem ……

    Responder
  7. Paulo Geraldo

    David Gilmour pior que S. Hacket ou Steve Howe? Absolutamente semelhantes na qualidade. Nick Mason, um dos maiores bateristas que tocam pela banda sem se exibir…ver Pompeia é um deleite a bateria! The final cut tem Gilmour mas é praticamente disco solo do Waters. E de todas as bandas desse estilo, certamente é a que vai ser sempre lembrada. As outras se dissiparão no tempo!

    Responder
  8. Yuri Codonho

    Eu acho que vocês nesse papo de subestimação, vocês subestimaram o Syd Barrett, Richard Wright e o Nick Mason. Vocês sabiam que o Nick foi o ÚNICO membro da banda presente em todos os álbuns? Vocês que comentaram bastante sobre a era de 72 deles, quem dava o som psicodélico era o Richard, com um órgão ligado a um unit de delay, e a composição de Us and Them pertence á ele,se ele não estivesse na banda, não seria progressivo… O Syd, poderiam ter mencionado o que aconteceu com ele e tals…

    Responder
  9. Sergio Abbes

    David Gilmour é superior aos dois guitarritas citados,apesar do Howe ser mais técnico . Na década de 70 achava Howe superior pelos solos rápidos e técnicos e de execução mais difícil. Com o tempo entendi que Gilmour tira o melhor som da guitarra com solos que são uma verdadeira obra prima tornando- os indispensáveis nas musicas do PF,tanto que os guitarristas de Waters ,não mudam uma nota sequer nos shows desse último.
    Seu feeling supera Howe e Hacket.

    Responder
  10. roberto forcato

    falar sobre Pink Floyd é igual acabar com formigas é fácil, mas é dificil… adoro prog, mas minha praia principal é musica negra,e hard rock e todas as vertentes do rock, e jazz e etc… voltando ao prog e ao pink floyd ,adoro PF mas eles não entrariam no meu top 10 de progs ,e o the Wall nao entraria no meu top 5 de PF,mas é meu gosto pessoal,fora isso eu considero the Wall a obra mais importante e relevante dentro do rock, não disse melhor, disse mais importante . eu vejo daqui a 300 anos orquestras sinfonicas tocando the wall como hoje tocam Bach, Mozart, Beethoven, é claro que com certeza existem muitas outras obras fantasticas que sobreviverão ao tempo mas acredito que nenhuma a superará em aceitaçao popular.

    Responder
    1. Sergio Abbes

      Roberto Forcato. Parece que você considera PF prog. OK. Então fiquei curioso para saber quais são as 10 bandas prog que consideras melhor que PF? Poderia listá-las?

      Responder
      1. roberto forcato

        Eu não disse melhores, disse que gosto mais,é o meu gosto particular, gosto de bandas que poderiam ser motivo de piada para os outros, mas e daí? eu não tenho que gostar do que todo mundo gosta, nao é?, mas veja bem ,eu adoro PF, acho impossivel alguem em sã consciencia não gostar, mas com o tempo eu conheci tanta coisa que que eles foram perdendo espaço na minha preferencia ,e se eu gostasse de 11 bandas eles estariam em ultimo lugar, mas eu não saberia dizer de quantas bandas eu adoro hoje, discos eu tenho milhares, e sempre aparece alguma banda fantástica dos anos 60 ou 70 que eu nunca tinha ouvido falar, entao meu top 5 ou top ten esta sempre sofrendo alguma alteração, mas eu acredito que isso ocorra com todo mundo, nada é imutavel ou absoluto, só o Frank Zappa.

        Responder
  11. Sergio Abbes

    Roberto Forcato,parece que você considera PF prog. OK. Então fiquei curioso para saber quais as 10 bandas progs que são melhores que PF? Poderia listá-las?

    Responder
    1. roberto forcato

      eu devo ter passado a ideia de que não gosto muito de PF, não é verdade, eu gosto muito, muito mesmo, quando eu era garoto, nos anos 70, o PF chegou a ser minha banda favorita por muito tempo, mas eu coleciono discos faz mais de 40 anos, e nesse tempo fui conhecendo muitas outras coisas,e deixei claro que era meu gosto pessoal exclusivamente. Desde o começo dos anos 70 houve um quarteto : Led, Sabbath, purple e Pink Floyd,que monopolizaram a midia e o mercado de forma “acachapante” deixando muito pouco espaço para bandas geniais que passaram totalmente despercebidas, eu jamais tiraria o mérito deles 4 mas o pedestal deles foi tao grande que não sobrou muito material para os outros ,e eu queria pedestal para muitos outros tambem . A minha intençao foi apenas mostrar o quanto considero o the Wall importante, mesmo sendo um disco que considero apenas razoavel (para o meu gosto pessoal somente),pois se eu fosse fanatico pelo PF, como eu já fui, não teria nenhuma importancia , o fâ tende sempre a endeusar seu idolo,não foi o meu caso.

      Responder
  12. Os mestres

    The Musical Box, The Lamb Lies down on brodway, In The Cage, Back in New York City, Los Endos, Eleventh earl of mar e Down and Out, juntas, citando apenas o Genesis, possuem mais energia e coesão instrumental do que toda a discografia do Pink Floyd. O Floyd jamais fez algo tão grandioso e belo como Close to the edge, Tarkus ou Supper`s ready. A bateria é rudimentar, as linhas de baixo bem medíocres. O ponto forte é a guitarra de Gilmour, mas compará-lo a Hackett é coisa de fanático mesmo. Este último possui uma discografia vastíssima que vai da música clássica ao Blues. E é muito mais criativo. Os solos de Gilmour são mais do mesmo, e sua carreira solo é pífia.

    Responder
    1. Sergio Abbes

      Sabe ” os mestres” ( curioso esse nick),do alto dos meus 56 anos já sei que esses debates não levam a nada, mas vamos lá.
      Acho que você deveria reler meu comentário em que eu não questiono qualidade musical,e sim o porquê da fama do PF ser maior que do que de outras bandas. Iniciei citando que a fama , justa ou não ,é facil de explicar. O resto se quiser releia porque você não entendeu nada. Quando toquei guitarra,na minha juventude ,passei por uma fase que só valorizava grandes execuções na guitarra, velocidade e dificuldade nos arranjos,e ainda valorizo, mas com o tempo entendi que guitarra não é só isso. E acho sem fanatismo nenhum que Gilmour é mais guitarrista que Hacket. Hacket é um maravilhoso MUSICO guitarrista. Digo sem fanatismo porque não tenho preferência entre o PF e Gênesis. Todos esses trabalhos do Gênesis que citou eu adoro! Lamb Lies D…(gosto pessoal) pra mim é top 5 do prog.!
      Banda foda! Agora Dark side of the Moon é uma obra prima atemporal ,muito superior a “Close to the Edge” e “Tarkus”. Este ultimo do ELP, gastei de tanto ouvir há 30 anos ,mas não tem mais lugar.
      Em tempo,os solos do Gilmour são verdadeiras composições e imutáveis nos shows do Waters. Este sabe que mudá-los acaba com a música. Destaco 3 solos perfeitos de Gilmour lindos e diferentes : Time , Confortably Numb e Another brick in the wall este ultimo ,em uma musica bem pop ,é sensacional!
      Portanto não chame de fanático alguém apenas por discordar de você. Paz e saúde que é o mais importante.

      Responder
  13. Os mestres

    Prezado Sérgio Alves: não utilizei o termo fanático – aquele que defende apaixonadamente uma opinião -, me reportando a você ou a quem quer seja especificamente, apenas constato isso quando me deparo com a maioria dos fãs do Floyd, no final das contas, uma boa banda POP, que ao meu ver, não merece tanta celebração no panteão das grandes bandas prog. Os quais citam as mesmas músicas e os mesmos poucos discos como fundamento de sua predileção, mas que não conhecem a obra da banda a fundo. O fanatismo a que me refiro se aplica a quem defende qualquer instrumentista, sem ao menos se dar ao trabalho sequer de conhecer a obra de outros músicos. Considero que a aura em torno do Floyd foi também objeto do incessante trabalho da mídia, que jamais teve para com outras bandas no mínimo a necessária isenção. Para minha surpresa, no entanto, me deparei com uma nota no”Melody Maker de 1977 em que lista as bandas mais queridas na Inglaterra pelo público, pela, ordem: Genesis, YES, L Zeppelin, ELP e Sex Pistols. Nada de Beatles ou Floyd, o que de certa forma corrobora com meu pensamento na exceção que confirma a regra. Ao contrário da maioria, não consigo mais ouvir o DSOTM, mas reconheço o seu valor, enquanto redescobri a alguns anos a citada obra do ELP, que acho muito mais consistente.
    A fama muitas vezes poder ser desproporcional à qualidade da obra, e é justamente o que respeito ao P. Floyd no universo da música progressiva.
    Ah! Os mestres é por causa
    da consideração que tenho pelo YES e Genesis.

    Responder
  14. Sergio Abbes

    Ok,só não consigo definir o PF como Prog puro,e como você disse uma banda POP,mas não é só POP,acho difícil defini-la.Acho que a mídia,diferente de outras bandas criadas por ela,veio a reboque destes grandes hits Pop,e também na prática ,Roger Water mantem até hoje com seus megaespetáculos o PF vivo,o que provavelmente daria uma configuração diferente nessa pesquisa de 77. Isso é muito dinâmico.Quanto a citação pelos fãs dos mesmos discos acredito que maioria são fãs periféricos,que vieram a reboque da mídia e conhecem pouco a obra. Tem muito
    “Fã” que vai ao show do waters e só conhecem “Another brick” e Wish you were here”. Neste programa poeira cast ao citarem os 5 melhores do PF os comentaristas colocaram nos primeiros lugares outros discos. Isso corrobora o que você citou. Eu tambem não tenho vontade de ouvir Dark Side ou Tarkus,mas nas rádios ainda se ouve “Time”,”wish you were here” e Another brick….” Não tem nada em Tarkus que possa se colocar numa radio para grande público. E ELP acabou. Desproporcional? Não é o mercado! Simples assim. Agora sua preferencia musical tem fundamento e de muito bom gosto.Adoro gênesis yes e ELP.Só não consigo comparar com o PF. E a fama deste é pelos motivos citados .Temos que aceitar ,o mercado é assim com outras bandas. Curta o que gostas e vida que segue! Abraço!

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *