poeiraCast 398 – Melhores discos de 1998
por Bento Araujo     19 dez 2018

No nosso último episódio de 2018, voltamos “apenas” 20 anos no tempo para fazer uma visita aos sons de 1998.

Torne-se um apoiador do poeiraCast e ajude a manter o podcast semanal da poeira Zine no ar. Saiba mais clicando AQUI.

Agradecimentos especiais aos apoiadores: Caio Bezarias, Carlos Albornoz, Ernesto Sebin, Evandro Schott, Flavio Bahiana, Lindonil Reis, Luis Araujo, Luis Kalil, Luiz Paulo, Marcio Abbes, Marco Reis, Marcos Oliveira, Mauricio Pires, Pedro Furtado Jr., Rossini Santiago, Válvula Lúdica e Wilson Rodrigues.

Baixe esta edição do poeiraCast
  1. daniel carneiro leão romaguera

    Agradeço pela menção ao comentário e por ter sido considerado fã diehard/incondicional de Kinks. Nao foi minha intenção diminuir qualquer opiniao e nem fiquei irritado, mas quando o assunto é Kinks, geralmente è komplicado e kontroverso.
    Eventualmente escuto alguns episódios do zine e nao conheco tao bem os participantes, etc… falei mais do programa específico do village green e de algumas impressoes a partir dele.
    Ironia é a alma de Kinks (last of the steam power trains parece ccr mesmo, suzie q, mas bubblegum freddy and the dreamers nao haha).
    Bom trabalho aí no podcast! Meu amigo Antonio Abath, Presidente do grupo “Quero – estudo de álbuns” de Recife, disse que vocês sabem muito de rock dos anos 60 e recomendou mais episódios. Vou escutá-los. Parabéns pela disposição.
    God Save The Kinks & Grateful Dead.

    Responder
  2. João Cândido

    Olá. 1998 não está entre os meus períodos de interesse, mas gostei do programa. A música The boy wth the arab strap (mencionada no programa) do Belle and Sebastian tem o mesmo andamento e a mesma linha de teclado de Magneto and Titanium Man, do Macca. É só comparar os inícios das músicas.

    Abraço (falta pouco pro 400)

    Responder
  3. Evandro Vegas

    Se não tivesse falado da Madonna ia parar de ouvir o programa rsrs…. O Bruce lançou o último grande disco do ¨Maiden¨, melhor que tudo que ele lançou depois da volta (até algum álbuns antes). Amo esse disco do Rod Stewart, Cigarettes & Alcohol¨ ficou a cara do Faces.

    Responder

Faça um comentário Daniel Queiroz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *