poeiraCast 365 – Emerson, Lake & Palmer
por Bento Araujo     25 abr 2018

Uma das bandas mais conhecidas e cultuadas do rock progressivo, além de um belo exemplo dos chamados “supergrupos”, o ELP é o assunto principal neste episódio do poeiraCast!

Torne-se um apoiador do poeiraCast e ajude a manter o podcast semanal da poeira Zine no ar. Saiba mais clicando AQUI.

Agradecimentos especiais aos apoiadores: Alexandre Guerreiro, Bruno Santos, Caio Bezarias, Carlos Albornoz, Dario Fukichima, Ernesto Sebin, Evandro Schott, Flavio Bahiana, Lindonil Reis, Luis Araujo, Luis Kalil, Luiz Paulo, Marcio Abbes, Pedro Furtado, Rossini Santiago, Rubens Queiroz, William Peçanha e Wilson Rodrigues.

Baixe esta edição do poeiraCast
  1. Marcelo de Almeida Garcia

    De tanto falarem que vocês não gostam dos caras vocês resolveram fazer um podcast para eles?
    Maravilhoso, amo essa banda.
    Eu e o Brizio, meu truta.
    Abraço a todos.
    Marcelo Bozó

    Responder
  2. Marco Antonio Bruno Lopes

    Aeeeeeeeee!!! Agora sim, foi feito justiça à grandeza do ELP. Quero agradecer ao quarteto fantástico Bento Araujo, Ricardo Alpendre, José Damiano e Sérgio Alpendre por dar espaço no Poeira Cast a este power trio único, responsável entre outros feitos, pela existência do Triumvirat e por tornar conhecidos do grande público compositores eruditos, clássicos ou contemporâneos, como Modest Mussorgsky, Tchaikovsky, Aaron Copland, Alberto Ginastera, Charles Hubert Parry. Long Live Poeira Cast.

    Responder
  3. Marco Antonio Bruno Lopes

    Boa noite, pessoal.
    O primeiro comentário que fiz sobre este Poeira Cast do ELP foi postado antes de ouvir o programa e este está sendo feito assim que terminei de escutar e posso dizer que vocês se superaram. Não posso deixar de destacar a riqueza de detalhes com que vocês pautaram a trajetória do trio, seja na abordagem musical diferenciada da banda, análise dos principais discos e até em algumas peculiaridades para o bem e para o mal que marcaram o ELP e todo o rock progressivo. Já ouvi todos os programas do Poeira Cast, alguns até mais de uma vez e posso dizer que este está entre os melhores já feitos por vocês. Parabéns.

    Responder
  4. Marcio Abbês

    Parabéns pelo programa! Ouvia os seis lados do disco ao vivo sem interrupção. Já levava um verdadeiro arsenal de comida para o quarto. Das grandes bandas inglesas de rock progressivo, o ELP teve o privilégio ser capa da poeira Zine. O Bentão nunca demostrou que não gostava da banda. O Emerson tinha muito gás para tocar a sua vida, mesmo com problemas nas articulações. Senti profunda tristeza com a sua morte. Aliás, Genesis é a minha banda preferida de rock progressivo. Abração a todos!

    Responder
  5. Ricardo Alpendre

    Obrigado, moçada! Lembrando que o prog sempre é tratado com carinho no poeiraCast, e o preconceito que ele sofre costuma entrar em pauta de vez em quando, até porque gostamos dessas questões. Parece que nem falamos neste programa sobre o fim trágico do nosso menino Keith Emerson, mas no frigir dos ovos até acho apropriado porque o assunto já foi bastante abordado, é recente, e traria notas tristes para um pograma que teve bastante empolgação.
    Abraços.

    Responder
  6. João

    Excelente programa. Uma observação: acho muito legal em programas sobre bandas os Top 5 de vocês, é sempre interessante e até uma fonte de discussões, etc. Sugiro apenas que não deixem de fazer isso, deixando claro a ordem de preferência também. E continuo aguardando os programas com o maravilhoso Spooky Tooth, além do UFO e Nazareth.

    Responder
    1. Ricardo Alpendre

      Muito boa, Rufino!
      Às vezes eu almoçava no restaurante sobre a padaria Pérola, na esquina oposta, e dependendo de onde a gente se senta no restaurante dá pra almoçar vendo o muro, hehe!

      Responder
  7. william peçanha

    Olá.
    Nunca ouvi, segurei, parei para olhar, percebi da existência, do tal Manowar.
    Particularmente, está entre as bandas das quais não gastarei meus trocados suados com um compacto sequer.
    Contrariando a maioria, EL&P também não figura nos vinis e cds e dvds em minha estante (nem o tal King Crimson).
    Talvez contrariado por alguns ainda baterem na tecla de que o Triumvirat seja uma cópia do tal trio inglês, declaração e comparação da qual eu não concordo, enfaticamente!!!
    E outra, como álbuns do Triumvirat comumente citados como sendo plágios de outros do tal EL&P se a diferença entre esses álbuns são de meses!!!
    Mas ponto, claro, para vocês por terem dedicado um programa inteiro ao trio inglês.
    E não há crime em não gostar de determinado grupo.
    E é bom que fãs de outras bandas passem pelo “perrengue” que nós, fãs de Rush, passamos com o trágico poeira cast 22!!
    Bom.
    Abraços a todos e em cada um.
    Ah, e atendam, por favor, aos apelos do João e meus por um programa dedicado ao UFO e ao NAZARETH (pode até ser meio a meio).

    Responder
    1. Ricardo Alpendre

      Adoro Triumvirat! Não acho que seja imitação descarada, porque eles têm identidade nas composições, aliás as músicas são de primeira linha, mas quanto a definir um estilo, pra mim eles relmente “fizeram fama e fortuna em cima do ELP”, hahaha!

      Responder
  8. Rodrigo Galdino

    No podcast anterior José fez uma reclamação por não ter discos do King Crimson no Spotify e o Cadinho mencionou que o Fripp era contra essas plataformas.
    Acho uma bobagem,sempre lembro do Prince.
    Era um cara que não deixava utilizar gravador nas entrevistas pq não queria ter a voz sampleada.
    Acho que não deu uma semana após sua morte e toda discografia
    estava liberada no Deezer,todos os vídeos no YouTube etc…
    É justo que o músico não queira disponibilizar sua obra por se sentir lesado pelos valores pagos nestas plataformas
    Acho meio inutil brigar contra essas tecnologias,se adaptar e utilizar a seu favor seria o melhor caminho.

    Responder
  9. Haig Berberian

    O ELP coleciona todos os elementos que fizeram o Prog Rock infame – a masturbação instrumental, o estilo bufante e absolutamente “unfashionable”, a grandiosidade de conceitos, a complicação logística, o distanciamento da cultura popularesca, a falta de “sex appeal” etc. No documentário da BBC “Prog Rock Britannia”, até mesmo o “colega” Mont Campbell, do Egg, critica a falta de sutileza do “Brain Sallad Surgery”, dizendo que genialidade mostrada durante os primeiros anos da banda se perdeu na pirotecnia e na megalomania sem musicalidade. Eu, particularmente, adoro o disco, com todos os seus exageros. Um abraço e parabéns pelo programa!

    Responder
  10. Haig Berberian

    O ELP coleciona todos os elementos que fizeram o Prog Rock infame – a masturbação instrumental, o estilo bufante e absolutamente “unfashionable”, a grandiosidade de conceitos, a complicação logística, o distanciamento da cultura popularesca, a falta de “sex appeal” etc. No documentário da BBC “Prog Rock Britannia”, até mesmo o “colega” Mont Campbell, do Egg, critica a falta de sutileza do “Brain Sallad Surgery”, dizendo que genialidade mostrada durante os primeiros anos da banda se perdeu na pirotecnia e na megalomania sem musicalidade. Eu, particularmente, adoro o disco, com todos os seus exageros. Um abraço e parabéns pelo programa!

    Responder
  11. Roberto Arara

    Salve galera, mais um podcast memoravel. Concordo totalmente com voces, adoro ELP, mas gosto muito mais de outros progs, assim como muitos amigos me criticam por gostar mais do Genesis que de qualquer outro. Algumas das coisas mais legais que voces fazem, são aquelas trilogias , e aqueles links que voces encontram,que só fazem sentido pra voces e pra quem sintoniza na mesma frequencia que voces, então, pergunto pra voces 4, numa linha de raciocinio totalmente livre, qual o link entre o ELP e a Jocy de Oliveira.
    Abraços, e vamos ver quem acha o fio da meada. Até semana que vem.

    Responder
  12. alberto menergatti

    Poxa…É o primeiro programa que ouço de vocês, me desculpem mas poderiam ter se preparados melhor, realmente não é necessário gostar de algo, mas se for falar a respeito tem que ter estofo, muito ruim a abordagem.

    Responder
  13. GERALDO SALDANHA FILHO

    Gostaria de um programa sobre o GÊNIO ALLAN HOLDSWORTH e sobre as bandas de JAZZ ROCK/FUSION: WEATHER REPORT, RETURN TO FOREVER, MAHAVISHNU ORCHESTRA, CHICK COREA ELEKTRIC BAND, ELEVENTH HOUSE, TONY WILLIAMS LIFE TIME, JOHN SCOFIELD etc…

    Responder
  14. Eduardo Zaidan

    Olá Pessoal”

    Essa é a famosa banda que a gente gosta antes de conhecer
    Concordo com o Heig Barbarian, ELP tem muita pompa, mas é muito fraco no quesito melodia.

    Tem alguns artistas que eu sempre procuro na esperança de que um dia eles estejam disponíveis no Spotify: King Crimson, Slade, Peter Gabriel, Pere Ubu. Não tem o disco “The Lamb Lies Down On Broadway”
    Brainstorm:

    -Tem um video chamado “O MELHOR JOGADOR NASCIDO EM CADA ESTADO DO BRASIL” de um canal chamado “Futirinhas”
    Não sei se renderia um programa falando dos melhores artistas de vários paises.

    – Poderia ter outro programa naquele formato “Uriah Heep x Blue Öyster Cult” e “King Crimson x Van Der Graaf”

    – Um programa sobre os grandes artistas (da música, obviamente) que surgiram no século XXI

    Grande Abraço!

    Responder

Faça um comentário Murilo Lima Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *