Arquivo da tag: alice cooper

Get Your Wings

Depois de 42 anos, o guitarrista Steve Hunter começa a receber royalties por solos que marcaram a história do rock

por Radames Junqueira     22 dez 2015

Steve Hunter“Hello Hooray”, “Raped and Freezin”, “Billion Dollar Babies”, “Unfinished Sweet”, “Generation Landslide”, “Sick Things”. A guitarra de Steve Hunter está por grande parte do disco Billion Dollar Babies, de Alice Cooper, mas até hoje o guitarrista não viu nenhum centavo de royalties.

Hunter na época foi contratado pelo produtor Bob Ezrin, que utilizou os trabalhos do respeitado guitarrista tanto em discos de Cooper como em álbuns de diversos outros artistas: Lou Reed, Kiss, Aerosmith, Peter Gabriel etc. Hunter recebeu cachês para registrar seus competentes solos nesses álbuns, mas além de nunca ganhar crédito na ficha técnica dos elepês, nunca recebeu royalties referentes à execução de tais músicas, seja em veículos de mídia ou ao vivo. Isso porque nos EUA existe uma lei onde o músico só recebe esse tipo de pagamento quando listado nos créditos do disco.

Mas Hunter, que está perdendo sua visão graças ao glaucoma, só tem a comemorar, pois suas antigas gravações “secretas” com Alice Cooper, Aerosmith e Peter Gabriel já começaram a lhe render royalties recentemente. Pode ser o início de uma nova tendência mais justa e humana dentro do universo daqueles que trabalharam na órbita dos famigerados excessos do corporate rock dos anos 60 e 70.

Dennis Dunaway lança biografia

Por enquanto não há previsão de lançamento no Brasil de Snakes! Guillotines! Electric Chairs!: My Adventures in The Alice Cooper Group

por Bento Araujo     23 mar 2015

911UDJOTvsLDennis Dunaway, baixista do Alice Cooper Group, conta nessa excêntrica autobiografia Snakes! Guillotines! Electric Chairs!: My Adventures in The Alice Cooper Group a sua história ao lado de Alice e seu circo de horrores, quando formavam a banda original do cantor, que durou até a turnê do álbum Muscle of Love, que inclusive passou pelo Brasil, em 1974.

As loucuras da estrada, a criação e o conceito original do grupo, o fim prematuro e até o ressurgimento para o Rock & Roll Hall of Fame marcam presença no livro do baixista, um dos mais subestimados dos anos 70.

Por enquanto não há previsão de lançamento no Brasil de Snakes! Guillotines! Electric Chairs!: My Adventures in The Alice Cooper Group.

“Último desejo” bizarro de Kim Fowley?

Site TMZ diz que o influente produtor queria garotas violando seu cadáver.

por Ricardo Alpendre     23 jan 2015

Kim-Fowley-fuck-youKim Fowley deixou o mundo do rock mais triste e menos safado em janeiro de 2015, com sua morte aos 75 anos. Mas não menos bizarro. Ao menos se for verdade a notícia veiculada pelo site norte-americano TMZ – o mesmo que, em 2009, noticiou em primeira mão a morte de Michael Jackson.

Segundo o site, O produtor que trabalhou com Kiss, Runaways e Alice Cooper teria combinado com o editor da revista Girls and Corpses (Garotas e Cadáveres) que fossem feitas fotos de seu corpo sendo violado por garotas nuas. Esse teria sido seu último desejo. A revista é exatamente o que diz em seu título: uma publicação de fotos de mulheres jovens em poses “sensuais” com zumbis, cadáveres e afins.

De acordo com o TMZ, o produtor, considerado um dos mais geniais e polêmicos do rock, trocou e-mails com o editor e uma fotógrafa da revista em 2012, expressando suas intenções quanto ao ensaio fotográfico, que teria sua então namorada Snow e as amigas dela, fetichistas, mutilando o corpo de Fowley, deixando o sangue rolar, e até ateando fogo no sangue e em ossos. Fowley ainda teria proposto que ele mesmo custeasse o ensaio, se necessário.

O editor, apesar de rejeitar a parte mais sangrenta, teria concordado em fazer a sessão de fotos com as garotas nuas.

Entre o tempo do acordo e o de sua morte, Fowley trocou de namorada e se casou, e a viúva, Kara Wright, é quem tinha o controle do corpo. Segundo o TMZ, no dia 19 de janeiro, Kara não podia ser encontrada para liberar o ensaio. Mas ao que parece ele não chegou a ocorrer, porque o funeral ocorreu na tarde do dia 22, inclusive com as presenças de Joan Jett e do influente disc jockey Rodney Bingenheimer.