pZ 57
por Bento Araujo     01 dez 2014

pZ nº 57

Omega, Butterfly Ball, Stax, David Axelrod, Geordie, Os Leif’s, Count Five, Fifty Foot Hose, Mellow Candle etc.

Preço: R$ 14,00

Data de Lançamento: nov/dez de 2014

Formato: A4, miolo PB offset, capa colorida couchê

Número de páginas: 48

OMEGA
Os pioneiros do rock do lado de lá da Cortina de Ferro estão na capa desta edição. Nosso editor foi até Budapest para entrevistar o vocalista/fundador dessa lendária banda húngara, que está há 55 anos na estrada. Inclui discografia comentada.

BUTTERFLY BALL
Roger Glover e sua obra-prima como artista e produtor, que está completando 40 anos de seu lançamento. O artigo aborda a composição e a gravação do álbum e seu único show de promoção, realizado no Royal Albert Hall, em 1975. Inclui fotos raras do evento, cedidas pela Deep Purple Appreciation Society e seu mentor, Simon Robinson.

STAX
Dez discos para adentrar o universo de um dos maiores selos de música negra do planeta. Estrelando: Otis Redding, Albert King, Isaac Hayes, Booker T & The M.G.’s etc.

MELLOW CANDLE
O adolescente grupo irlandês que lançou um único álbum em 1972, Swaddling Songs, é um típico exemplo de folk progressivo com influência celta. Com extrema competência e grandes composições, lançaram um trabalho único dentro da cena, considerado o disco de folk-rock mais raro (e caro) lançado por um grande selo.

OS LEIF’S
Da Bahia dos anos 60 surgiu Os Leif’s, grupo que lançou um único compacto, relançado recentemente. Coroando essa reedição, a pZ contou a história da banda e entrevistou seu popular guitarrista: Pepeu Gomes.

MINHA LOJA DE DISCOS
Entrevistamos Rodrigo Pinto, ele que é produtor e diretor do programa Minha Loja de Discos, exibido pelo Canal Bis. Rodrigo atendeu a pZ direto de Londres, onde mora atualmente, e falou sobre as duas temporadas do programa, sua exploração artística e cultural das cidades por onde passa e seu apreço por esses diversos templos vinílicos ao redor do mundo.

GEORDIE
Eles vinham do norte da Inglaterra e tentavam, a todo custo, competir com gigantes do glam rock como Slade e Sweet. Seus dois primeiros discos, Hope You Like It (1973) e Don’t Be Fooled by the Name (1974), chegaram a sair em LP no Brasil da década de 70, mas apenas uma versão deles para “House of the Rising Sun”, contida no segundo disco, ganhou alguma (mínima) notoriedade. Até que, anos depois, seu vocalista (Brian Johnson) adentrou uma das maiores bandas de rock do planeta… AC/DC!

DAVID AXELROD
Ele gravou em incontáveis estúdios, produziu incontáveis discos e regeu incontáveis orquestras. Odeia responder “como” e “por que” faz a música que faz; duelou a vida inteira com falta de sorte, tragédias e desdém de executivos de gravadora. Ficou órfão aos 14 anos de idade, foi boxeador, caminhoneiro; perdeu o filho muito cedo e viciou-se em heroína até perceber que seu amor pela música era maior do que tudo. Hoje é um dos mais respeitados arranjadores/compositores, mas ainda aguarda que alguma instituição de peso preserve e imortalize as suas trilhas originais. É o nosso “pZ Hero” da vez.

BANCHEE
O Banchee lançou apenas dois discos, que erroneamente foram caracterizados como Bosstown Sound, o que, na verdade, mais atrapalhou do que ajudou. Nem de Boston a banda era e seu som havia sido influenciado pelas boas vibrações da costa oeste. Favoritos de uma boa parcela dos leitores da pZ, atendemos aos pedidos e topamos o desafio de contar a trajetória desta obscura banda.

COUNT FIVE
O fulminante sucesso “Psychotic Reaction” e a trajetória dessa selvagem banda de garagem também estão nesta edição.

E MAIS:
Fifty Foot Hose, The Grodeck Whipperjenny, Bakery, Gov’t Mule, Pink Floyd, Rayuela, Forever Amber, Nick Gilder, Apokalypsis, Colosseum, Sly Stone, Subtropicais, Wayne County etc.